30 novembro 2010

E SE FOSSE UMA PILHA DE LIVROS?

A foto ao lado é o balanço até hoje (30-11) do que foi apreendido no Complexo do Alemão. Lógico que não entram aí as dezenas de carros roubados e as mais de 300 motos igualmente tomadas da população. O curioso é que a montanha de tabletes de maconha e de cocaína parece um punhado de livros empilhados. Já pensaram numa coisa dessas,  traficantes intelectuais traficando Machado de Assis, Graciliano Ramos, Rubem Braga... kkkkkkkkk E os viciados indo lá no morro para dar um "tapinha" ou uma cafungada em Homero, Aristóteles, Clarice, Tolstoi, Pessoa, Shakspeare... Quem sabe, caso a vigarice política do Cabral se sucumba às exigências da população, a próxima foto a ser mostrada não seja mesmo a de uma pilha de livros para bibliotecas e escolas abandonadas naquelas áreas? Há braços!

2 comentários:

baltazar disse...

Ficaria todo mundo doidão de boa!

Anônimo disse...

seria realmente uma paisagem surreal. ver a população drogada pelos mais brilhantes teóricos que deixaram sua marca para sempre no mundo! quem sabe um dia.... se ainda há braços, então há esperanças, né??? :)